A poesia na sala de aula

A poesia é a fala do coração. Use-a para aproximar-se do seu aluno e ajudá-lo a desenvolver o gosto e o prazer pela leitura.
A conquista nasce de um carinho, de um toque, de uma palavra certa na hora certa.
Não desperdice oportunidades. Se for preciso, crie, invente... Deixe a imaginação voar livremente.


"Sei que meu trabalho é uma gota no oceano, mas sem ele, o oceano seria menor ". Madre Teresa de Calcutá.

“Educar é como dirigir em uma estrada cheia de curvas, exige atenção redobrada, pois, à medida que avançamos, um pouco mais nos é revelado". Silvia Trevisani

"Toda mudança começa primeiro em nós".

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

O QUE FAZER COM A MATEMÁTICA?

Não sei mais o que fazer,
Com essa história dramática.
Eu não consigo entender
a tal da matemática.

Na soma é uma loucura,
sobe um, soma à dezena.
Parece uma tortura
quando passa da centena.

Na conta de subtração,
empresta um, muda o valor.
Gente que confusão.
Estou achando um horror.

Há possibilidade
ou outra forma de aprender.
Quem sabe algo concreto
para melhor apreender?

de Silvia Trevisani

Psicopedagogia/2012

4 comentários:

Profa. Dulce disse...

Simplesmente adorei!
Obrigada.
Dulce

Eneida Tagliolatto disse...

Que gracinha. Acho que devíamos seguir o método da poesia, ficaria mais gostoso aprender a matemática.
Bjs
Eneida

Gabriel Araújo dos Santos disse...

Sílvia, essa maravilha não pode ficar restrita a um cantinho de seu blog. Dê um jeito de esparramar essa lindura sobre a matemática por esse Brasil afora, usando o máximo que permite a informática. Parabéns. Abraços, Gabriel.

Márcio Luiz Soares disse...

Muito bom!!! Faltou isso nas minhas aulas de matemática do primário, seria mais divertido aprender. rs Toca pra frente!