A poesia na sala de aula

A poesia é a fala do coração. Use-a para aproximar-se do seu aluno e ajudá-lo a desenvolver o gosto e o prazer pela leitura.
A conquista nasce de um carinho, de um toque, de uma palavra certa na hora certa.
Não desperdice oportunidades. Se for preciso, crie, invente... Deixe a imaginação voar livremente.


"Sei que meu trabalho é uma gota no oceano, mas sem ele, o oceano seria menor ". Madre Teresa de Calcutá.

“Educar é como dirigir em uma estrada cheia de curvas, exige atenção redobrada, pois, à medida que avançamos, um pouco mais nos é revelado". Silvia Trevisani

"Toda mudança começa primeiro em nós".

segunda-feira, 30 de abril de 2012

SER CRIANÇA

Ser criança é ser diferente,
é bonito sem dente,
é normal não usar pente.
Ser criança é ser original,
mascar chiclete não faz mal,
colar na escola é legal.
Ser criança é ser moderno,
só nas festas de 15 anos,
usar terno.
Ser criança é da hora,
só precisa ir para a escola,
na lição sempre enrola.
Ser criança é profundo,
enrola os pais e o mundo,
quando quer ir mais fundo.
Ser criança é chorar 
para nos convencer,
que ela sempre tem razão.
Ser criança 
é usar a imaginação,
cultivar a ilusão no coração
e não deixar o homem dentro de si,
crescer e se arrepender!


de Silvia Trevisani
Imagem: http://entreestrelaseborboletas.blogspot.com.br/2008/05/ser-criana.html

2 comentários:

Márcio Luiz Soares disse...

Belo poema, Silvia. O adulto que não guarda uma criança dentro de si, não saberá o que é ser verdadeiramente feliz:

A criança que dorme em nós
Sempre acorda na hora certa
Não importa como ela acorda
O que vale é o que desperta
Seja em nós ou em quem nos rodeia
Nem exige que se esteja alerta
Felizes sempre estaremos
Pelo prazer de uma nova descoberta

Márcio Luiz Soares disse...

Ah, não assinei o poeminha rasteiro que fiz para demonstrar o quanto concordo contigo. Foi inspirador. Inté.