A poesia na sala de aula

A poesia é a fala do coração. Use-a para aproximar-se do seu aluno e ajudá-lo a desenvolver o gosto e o prazer pela leitura.
A conquista nasce de um carinho, de um toque, de uma palavra certa na hora certa.
Não desperdice oportunidades. Se for preciso, crie, invente... Deixe a imaginação voar livremente.


"Sei que meu trabalho é uma gota no oceano, mas sem ele, o oceano seria menor ". Madre Teresa de Calcutá.

“Educar é como dirigir em uma estrada cheia de curvas, exige atenção redobrada, pois, à medida que avançamos, um pouco mais nos é revelado". Silvia Trevisani

"Toda mudança começa primeiro em nós".

terça-feira, 28 de maio de 2013

Não combina comigo!

Não combina comigo a maldade,
nem um prato de sopa fria.
Não combina comigo a falsidade,
nem em nome de Maria.

Não combina comigo a preguiça,
nem a corrida do dia a dia
Não combina comigo o que enguiça
nem um amor que esfria.

Não combina comigo a guerra,
nem a paz mascarada.
Não combina quem se enterra...
nem quem fica parada.

Não combina comigo um olhar invejoso,
nem por baixo nem por cima.
Combina um olhar corajoso,
que mais aprende do que ensina.

Não combina comigo um sorriso irado,
nem um gesto insano e cruel.
Combina um gesto isolado...
combina um gesto fiel.

Não combina comigo um sorriso falso,
nem se fingir de inocente...
De mim só recebe aplauso.
Se for verdadeiro e valente
SILVIA TREVISANI

2 comentários:

Ana Bailune disse...

Parabéns pela postagem, Silvia. Comigo, estas coisas também não combinam.

Luciana RODRIGUES SANTOS disse...

Muitas pessoas vão se identificar com a poesia. Gostei.